Titãs (Mitologia grega): Ciclopes

Ciclopes



Ciclope - Ferreiros mágicos

Arges, Brontes e Estéropes são considerados os ciclopes mais antigos, descendendo de Urano e Gaia.

Logo após o nascimento Ciclopes e Hecatônquiros, Urano, horrorizado com a natureza monstruosa dos seres que havia gerado, e temendo o grande poder de seus filhos "Ciclopes e Hecatônquiros" os devolveu ao ventre de Gaia.

Gaia, sentia dores terríveis, pois seus filhos estavam aprisionados em seu ventre, e então, ela tira do peito ferro, e faz uma foice, e convence os filhos (Crios, Ceos, Hipérion, Jápeto e Cronos) a castrarem seu pai Urano.

Crios, Ceos, Hipérion e Jápeto se posicionaram nos quatro cantos do mundo para segurar o deus celeste enquanto Cronos, escondido no centro, castrava Urano com uma foice, separando o céu e a terra.

Assim libertou os irmãos, mas Cronos viu que os irmãos eram muito poderosos e os prendeu novamente, só que dessa vez no Tártaro.

Zeus escultando um conselho de sua avó Gaia, junto com seus irmãos Posêidon e Hades, libertaram os Ciclopes e Hecatônquiros com a intenção de tê-los como aliados na guerra contra Cronos e os titãs. Os ciclopes, como bons ferreiros, forjaram armas mágicas e poderosas para os irmãos:

Zeus recebera raios e relâmpagos, Posêidon, um tridente capaz de provocar terríveis tempestades, e Hades, o Elmo do Terror, que lhe dava invisibilidade. Tempos depois, os ciclopes foram considerados por Zeus seus ferreiros permanentes.

Foto: Arquivo OpenBrasil.org
Titãs - Mitologia grega - OpenBrasil.org
Página anterior Próxima página